Semana Paulo Freire

Quem foi Paulo Freire

Paulo Freire (1921-1997) foi um educador brasileiro, criador do método inovador no ensino da alfabetização, para adultos, trabalhando com palavras geradas a partir da realidade dos alunos. Seu método foi levado para diversos países.

Paulo Freire nasceu no Recife, Pernambuco, no dia 19 de setembro de 1921. Filho de Joaquim Temístocles Freire, capitão da Polícia Militar e de Edeltrudes Neves Freire morou na cidade do Recife até 1931, quando foi morar no município vizinho de Jaboatão dos Guararapes, onde permaneceu durante dez anos.

Iniciou o curso ginasial no Colégio 14 de Julho, no centro do Recife. Com 13 anos perdeu seu pai e coube a sua mãe a responsabilidade de sustentar todos os 4 filhos. Sem condições de continuar pagando a escola, sua mãe pediu ajuda ao diretor de Colégio Oswaldo Cruz, que lhe concedeu matrícula gratuita e o transformou em auxiliar de disciplina, e posteriormente em professor de língua portuguesa.

Em 1943 ingressou na Faculdade de Direito do Recife. Em 1944 se casou com Elza Maria Costa de Oliveira, professora primária, com quem teve cinco filhos. Depois de formado continuou como professor de português no Colégio Oswaldo Cruz e de Filosofia da Educação na Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Pernambuco.

Em 1947, Paulo Freire foi nomeado diretor do setor de Educação e Cultura do Serviço Social da Indústria. Em 1955, junto com outros educadores fundou, no Recife, o Instituto Capibaribe, uma escola inovadora que atraiu muitos intelectuais da época, e que continua em atividades até hoje.

Preocupado com o grande número de adultos analfabetos na área rural dos estados nordestinos, que formavam um grande número de excluídos, Paulo Freire desenvolveu um método de alfabetização baseado no vocabulário do cotidiano e da realidade dos alunos. As palavras eram discutidas e colocadas no contexto social do indivíduo. Por exemplo: o agricultor aprendia as palavras, cana, enxada, terra, colheita, fogo etc. e os alunos eram levados a pensar nas questões sociais relacionadas ao seu trabalho. A partir das palavras base, ia se construindo novas palavras e ampliando o vocabulário.

A iniciativa do educador foi aplicada pela primeira vez, em 1962, na cidade de Angicos no sertão do Rio Grande do Norte, quando foram alfabetizados 300 trabalhadores da agricultura. O projeto ficou conhecido como “Quarenta horas de Angicos”. Os fazendeiros da região chamavam o processo educativo de “praga comunista”.

Com o golpe militar de 1964, Paulo Freire foi acusado de agitador e levado para a prisão onde passou 70 dias, e em seguida se exilou no Chile. Durante cinco anos desenvolveu trabalhos em programas de educação de adultos no Instituto Chileno para a Reforma Agrária.

Em 1969, Paulo Freire lecionou na Universidade de Harvard. Durante dez anos, foi consultor especial do Departamento de Educação do Conselho Municipal das Igrejas, em Genebra, na Suíça. Viajou por vários países do Terceiro Mundo dando consultoria educacional.

Em 1980, com a anistia, Paulo Freire retornou ao Brasil, estabelecendo-se em São Paulo. Foi professor da UNICAMP e da PUC. Foi Secretário de Educação da Prefeitura de São Paulo, na gestão de Luísa Erundina. Após a morte de sua primeira esposa, casou-se com Ana Maria Araújo Freire, conhecida como Nita Freire, uma ex-aluna do Colégio Oswaldo Cruz.

Por seu trabalho na área educacional, Paulo Freire foi reconhecido mundialmente. É o brasileiro com mais títulos de Doutor Honoris Causa de diversas universidades, são 41, ao todo, entre elas, Harvard, Cambridge e Oxford.

Paulo Freire faleceu em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997.

por Dilva Frazão em https://www.ebiografia.com

Parte dos títulos e prêmios recebidos pelo Educador Paulo Freire, pelo Brasil e pelo Mundo.

Iconografia da História – 14/04/2019

# Prêmios Recebidos:

  • Ordem do Mérito da Marim dos Caetés, de Olinda, em agosto de 1979.
  • Prêmio “William Rainey Harper” da The Religous
  • Education Association of the U.S. and Canadá, Califórnia, USA, em 20 de novembro de 1985 (concedido juntamente a Elza Freire).
  • “Prêmio Estácio de Sá” do Governo do Estado do Rio de Janeiro, em fevereiro de 1985.
  • Título de Comendador da “Ordem Nacional do Mérito Educativo” do Ministério da Educação e Cultura do Brasil, em 13 de junho de 1987.
  • Prêmio “Mestre da Paz” da Asociación de Investigación y Especialización sobre Temas Iberoamericanos, A.I.E.T.I., da Espanha, em janeiro de 1988.
  • “Prêmio Frei Tito de Alencar” da Prefeitura de Fortaleza, em 25 de março de 1988.
  • “Medalha do Mérito Cidade do Recife – Classe Ouro”, em 28 de março de 1988.
  • “Prêmio Manchete de Educação”, dos anos de 1989 e 1990; “Diploma do Mérito Internacional” – mais especialmente pelo livro A importância do Ato de Ler, da International Reading Association, Estocolmo, Suécia, em julho de 1990.
  • Reconhecimento do Serviço Universitário Mundial, em 22 de outubro de 1990, em São Paulo.
  • Título de “Educador do Ano” concedido pela Câmara Municipal de Vereadores de Mogi das Cruzes, S.P. em 26 de outubro de 1990;
  • Medalha “Libertador da Humanidade”, outorgada em 27 de abril de 1993 pela Assembléia Legislativa da Bahia.
  • Medalha concedida durante a Conferência Internacional de Educação para o Futuro, em São Paulo, em 04 de outubro de 1993.
  • Título de Grão-Mestre da “Ordem Nacional do Mérito Educativo” do Ministério da Educação e Cultura do Brasil, em 11 de novembro de 1993.
  • Medalha “Jam Amos Comenius”, do governo da República Tcheca, em Genebra, Suíça, em outubro de 1994.
  • Medalha “Paulo Freire” a educação da paz, liberdade, alfabetização, conscientização do “Primeiro Congresso de Formação e Cooperação entre países lusófanos”, em setembro de 1995, Faro, Portugal.
  • Medalha “Pedro Ernesto”, da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, RJ, Brasil, em 06 de novembro de 1995.
  • “The Paulo Freire Awards”, da International Consortium Experimental Learning, em 09 de novembro de 1994, em Washington D.C., USA.

# Títulos de Doutor Honoris Causa

  • The Open University
  • Universidade Católica de Lovaina
  • Universidade de Michigan
  • Universidade de Genebra
  • New Hamphire College
  • (atual Southern New Hampshire University)
  • Universidade de San Simon
  • Universidade Federal de Santa Maria
  • Universidade de Barcelona
  • Universidade Estadual de Campinas
  • Universidade Federal do Ceará
  • Universidade Federal de Goiás
  • Universidade de Bolonha
  • Universidade de Massachusetts Amherst
  • Universidade Federal do Pará
  • Universidade Complutense de Madri
  • Universidade Federal de Alagoas
  • Universidade de Mons-Hainaut
  • Universidade de El Salvador
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Universidade de Illinois
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Universidade Federal de Uberlândia
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Universidade de Estocolmo
  • Universidade de Nebraska
  • Universidade Nacional de San Luis
  • Universidade Federal Fluminense
  • Universidade de Lisboa
  • Universidade Nacional de Rio Cuarto
  • Títulos concedidos in memoriam:
  • Universidade de Oldenburgo
  • Universidade de Chapman
  • Universidade do Algarve
  • Universidade de Havana
  • Universidade de Brasília

 # Países onde há instituto Paulo Freire, em formação ou em funcionamento:

  • África do Sul (Cidade do Cabo),
  • Alemanha (Berlin e München),
  • Argentina (Buenos Aires, IPF-Chacabuco, Rosário, Tandil) Brasil (São Paulo),
  • Canadá (Toronto),
  • Coréia,
  • Chile (Santiago),
  • China (Hong Kong),
  • Colômbia (Bogotá),
  • Egito,
  • Espanha (Valência),
  • Estados Unidos (Los Angeles),
  • Grécia (Tessalónica),
  • Guiné-Bissau (Bissau),
  • Índia (Calcutá e Mumbai),
  • Israel (Mazkeret Batia e Jerusalém),
  • Itália (Bolonha e Milão),
  • Malta,
  • México (Hermosillo),
  • Porto Rico,
  • Portugal (Cidade do Porto),
  • Reino Unido (Manc
  • hester),
  • República Dominicana,
  • Suécia.

 # Países onde há Cátedra Paulo Freire, ou seja, professores universitários especialistas em ensinar o método Freire.

  • Argentina (Luján, Entre Rios, San Luis),
  • Brasil (Campo Grande, Curitiba, Mogi das Cruzes, Santos, São Paulo),
  • Colômbia (Cauca-Popayán),
  • Costa Rica (Heredia),
  • Cuba (Holguín e Cienfuegos),
  • Espanha (Valência),
  • Porto Rico,
  • México (Chapingo, Cuernavaca, Guadalajara),
  • Venezuela (Caracas).

Abaixo, links com várias matérias,  entrevista e também livros para download:

Por que o sistema educacional brasileiro nunca adotou Paulo Freire na prática?

Paulo Freire: como o legado do educador brasileiro é visto no exterior

Por que o Brasil de Olavo e Bolsonaro vê em Paulo Freire um inimigo?

Por que Paulo Freire é Patrono da Educação Brasileira?

Oxford e Harvard amam Paulo Freire, o pedagogo que Bolsonaro quer tirar do MEC com um lança-chamas

Editora dos EUA lança coletânea de mais de 600 páginas sobre Paulo Freire e sua influência

Criticada pelo governo, metodologia Paulo Freire revolucionou povoado no sertão

Só um livro brasileiro entra no top 100 de universidades de língua inglesa

Paulo Freire é o terceiro pensador mais citado em trabalhos pelo mundo

Manifesto do coletivo Paulo Freire por uma educação democrática

Paulo Freire: a educação como prática da liberdade

Quem tem medo de Paulo Freire?

Paulo Freire – educação como prática da liberdade: aforismos e excertos

Paulo Freire – uma entrevista

 

Livros para download(PDF)